domingo, 11 de setembro de 2011

uma decada depois


Dez anos depois percebo que, enquanto houver memória, a América e o Mundo não serão os mesmos.

um abraço do tamanho do mundo

Sem comentários:

Publicar um comentário